segunda-feira, 25 de maio de 2020

Vila Real, 1952



VILA REAL, 1952.
Parque de estacionamento em dia de corridas de automóveis, no antigo campo de futebol de Abambres (Lugar do Boque).
Fotógrafo: Manuel Costa Monteiro (1918-2000).
--------------------
Manuel Joaquim da Costa Monteiro nasceu em 1918, em Vila Real, cidade onde viria a falecer no ano 2000. Como fotógrafo amador, manteve-se praticamente activo até ao fim da vida. Amigo próximo de Mário Rodrigues da Silva (o celebrado Marius), Manuel Costa Monteiro deixou um acervo fotográfico capaz de cobrir aspectos importantes da vida social da cidade e da região na segunda metade do século XX.

quarta-feira, 13 de maio de 2020

Circuito de Vila Real, 1952



CIRCUITO DE VILA REAL, 1952.
O piloto Vasco Sameiro, dentro do seu Ferrari 225 S Vignale Spyder.
Fotógrafo: Manuel Costa Monteiro (1918-2000).
--------------------
Manuel Joaquim da Costa Monteiro nasceu em 1918, em Vila Real, cidade onde viria a falecer no ano 2000. Como fotógrafo amador, manteve-se praticamente activo até ao fim da vida. Amigo próximo de Mário Rodrigues da Silva (o celebrado Marius), Manuel Costa Monteiro deixou um acervo fotográfico capaz de cobrir aspectos importantes da vida social da cidade e da região na segunda metade do século XX.

segunda-feira, 4 de maio de 2020

Serra do Marão, 1950



Serra do Marão, 1950.
Pousada de S. Gonçalo.
Fotógrafo: José Aguilar (1913-1981).
--------------------
José Maria Saraiva de Aguilar nasceu em 1913, em Vila Nova de Foz Coa, e faleceu em 1981, em Vila Real. Advogado, professor, escritor de mérito, desportista e dirigente desportivo, entre as suas múltiplas facetas também estava a de fotógrafo amador.

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Vila Real, 1888



Vila Real, 1888.
Feira de S. Pedro.
Fotógrafo: António Narciso Alves Correia (1810-1898).
--------------------
António Narciso Alves Correia, nascido no concelho de Baião, tinha já 78 anos de idade quando tirou esta fotografia. Muitos dos seus trabalhos, desde a fotografia, ao jornalismo, à escrita e publicação de livros, eram assinados simplesmente como ANAC. António Narciso Alves Correia, uma figura muito ecléctica e avançada para o seu tempo, viveu e morreu em Vila Real.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Serra do Marão, 1940


Serra do Marão, 1940.
Pastores.
Fotógrafo: Filipe Borges Júnior (1892-1982).
--------------------
O fotógrafo amador Filipe Borges Júnior (1892-1982) nasceu em Vila Real. A sua vida é praticamente indissociável da do seu irmão gémeo, José Manuel Borges Júnior, com quem manteve sempre uma cumplicidade umbilical. De resto, os gémeos Borges, entre muitas outras coisas, partilharam a frequência do curso de Engenharia, que concluíram no Porto, e uma carreira profissional nas Obras Públicas (mais tarde, Junta Autónoma de Estradas), envolveram-se na fundação do Sport Clube e do Circuito de Vila Real, dividiram o interesse pelo coleccionismo, pelas artes, pela arquitectura, pela heráldica, pelos desportos motorizados e, de certa maneira segurando tudo isto, pela fotografia.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Jardim Infantil Mundo da Criança



CADERNOS DO MUSEU DO SOM E DA IMAGEM (n.º 31)
«Jardim Infantil Mundo da Criança»

sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Vila Real pela objectiva de Filipe Borges Júnior


«Vila Real pela objectiva de Filipe Borges Júnior» – exposição temporária patente agora no Museu do Som e da Imagem. Todos os dias. Entrada gratuita.
--------------------
O fotógrafo amador Filipe Borges Júnior (1892-1982) nasceu em Vila Real. A sua vida é praticamente indissociável da do seu irmão gémeo, José Manuel Borges Júnior, com quem manteve sempre uma cumplicidade umbilical. De resto, os gémeos Borges, entre muitas outras coisas, partilharam a frequência do curso de Engenharia, que concluíram no Porto, e uma carreira profissional nas Obras Públicas (mais tarde, Junta Autónoma de Estradas), envolveram-se na fundação do Sport Clube e do Circuito de Vila Real, dividiram o interesse pelo coleccionismo, pelas artes, pela arquitectura, pela heráldica, pelos desportos motorizados e, de certa maneira segurando tudo isto, pela fotografia.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Cadernos do Museu do Som e da Imagem


CADERNOS DO MUSEU DO SOM E DA IMAGEM (n.º 30)
«Circuito Automóvel de Vila Real: 50 fotografias para 50 edições»

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Vila Real pela objectiva de Manuel Costa Monteiro



CADERNOS DO MUSEU DO SOM E DA IMAGEM (n.º 29)
«Vila Real pela objectiva de Manuel Costa Monteiro»

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Vila Real, 1960


VILA REAL, c. 1960.
Fotógrafo: Marius (Mário Rodrigues da Silva, 1905-1983).
---------------
Mário Rodrigues da Silva (Marius, de seu nome artístico) foi um dos mais importantes fotógrafos de sempre em Vila Real. A profunda relação que mantém ao longo da vida com a fotografia começa quando, ainda adolescente, seu pai lhe oferece uma máquina fotográfica adquirida durante uma viagem a França. Alfredo Rodrigues da Silva, o pai, era um comerciante de fazendas com loja aberta na Rua Central. E é nesse estabelecimento que, poucos anos depois, o jovem Mário cria um pequeno balcão onde recebe as primeiras encomendas fotográficas, na companhia de um irmão mais novo. E assim nasceu a Foto Marius, a partir desse atelier fotográfico que rapidamente foi crescendo.

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Jardim Infantil Mundo da Criança



É já no próxima sábado, desta vez na Biblioteca Municipal de Vila Real, que o Museu do Som e da Imagem vai abrir ao público a sua nova exposição.
--------------------
Estabelecimento de educação muito inovador, sobretudo à época em que foi inaugurado, o Jardim Infantil Mundo da Criança abriu portas em Vila Real, em Outubro de 1954, mantendo-se em funcionamento ininterrupto durante 55 anos lectivos e acolhendo desse modo sucessivas gerações de crianças vila-realenses.

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Circuito de Motos de Vila Real, 1952


Circuito de Motos de Vila Real, 1952.
Na Timpeira, a subida depois da ponte.
Fotógrafo: Manuel Costa Monteiro (1918-2000).
--------------------
Manuel Joaquim da Costa Monteiro nasceu em 1918, em Vila Real, cidade onde viria a falecer no ano 2000. Fez o seu percurso profissional ligado ao Grémio dos Vinicultores de Vila Real. Como fotógrafo amador, manteve-se activo praticamente até ao fim da vida.

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

A arca de Aquiles de Almeida



Arca onde o fotógrafo amador Aquiles de Almeida (1902-1983) conservava a sua colecção particular de negativos fotográficos em placa de vidro e em película, albergando 50 caixas de arquivo. O conjunto foi adquirido pelo Museu do Som e da Imagem em Setembro de 2013, juntamente com utensílios, materiais fotográficos e outros objectos pessoais que pertenceram a Aquiles de Almeida.

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Amarante, 1960



Amarante, c. 1960.
Concurso de pesca desportiva no Rio Tâmega.
Fotógrafo: Marius (Mário Rodrigues da Silva, 1905-1983).
---------------
Mário Rodrigues da Silva (Marius, de seu nome artístico) foi um dos mais importantes fotógrafos de sempre em Vila Real. A profunda relação que mantém ao longo da vida com a fotografia começa quando, ainda adolescente, seu pai lhe oferece uma máquina fotográfica adquirida durante uma viagem a França. Alfredo Rodrigues da Silva, o pai, era um comerciante de fazendas com loja aberta na Rua Central. E é nesse estabelecimento que, poucos anos depois, o jovem Mário cria um pequeno balcão onde recebe as primeiras encomendas fotográficas, na companhia de um irmão mais novo. E assim nasceu a Foto Marius, a partir desse atelier fotográfico que rapidamente foi crescendo.

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Circuito de Vila Real, 1950


Circuito de Vila Real, c. 1950.
Recta da meta, na Avenida Almeida Lucena.
Fotógrafo: Manuel Costa Monteiro (1918-2000).
--------------------
Manuel Joaquim da Costa Monteiro nasceu em 1918, em Vila Real, cidade onde viria a falecer no ano 2000. Fez o seu percurso profissional ligado ao Grémio dos Vinicultores de Vila Real. Como fotógrafo amador, manteve-se activo praticamente até ao fim da vida.

sábado, 6 de abril de 2019

Convite

Dia 12 de Abril, sexta-feira, no Museu do Som e da Imagem.


segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Cadernos do Museu do Som e da Imagem


CADERNOS DO MUSEU DO SOM E DA IMAGEM (n.º 28)
"Carvalho Araújo: Memória fotográfica"

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Cadernos do Museu do Som e da Imagem


CADERNOS DO MUSEU DO SOM E DA IMAGEM (n.º 27)
"Festas de Santo António pela objectiva de Aquiles de Almeida"


segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Cadernos do Museu do Som e da Imagem


CADERNOS DO MUSEU DO SOM E DA IMAGEM (n.º 26)
"Nos 10 anos do Museu do Som e da Imagem"

domingo, 14 de outubro de 2018

Carvalho Araújo: Memória fotográfica

Está patente ao público, no Museu do Som e da Imagem, a exposição "Carvalho Araújo: Memória fotográfica". Até Janeiro, com entrada livre.


sábado, 6 de outubro de 2018

Centenário da morte de Carvalho Araújo

Dia 13 de Outubro, sábado, no Museu do Som e da Imagem.


segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Traços e riscos da Biodiversidade


Está patente ao público, no Museu do Som e da Imagem, a exposição "Traços e riscos da Biodiversidade". Até ao próximo dia 7 de Outubro, com entrada livre.

sábado, 23 de junho de 2018

Vila Real, 1950


VILA REAL, 1950.
Fotógrafo: Marius (Mário Rodrigues da Silva, 1905-1983).
---------------
Mário Rodrigues da Silva (Marius, de seu nome artístico) foi um dos mais importantes fotógrafos de sempre em Vila Real. A profunda relação que mantém ao longo da vida com a fotografia começa quando, ainda adolescente, seu pai lhe oferece uma máquina fotográfica adquirida durante uma viagem a França. Alfredo Rodrigues da Silva, o pai, era um comerciante de fazendas com loja aberta na Rua Central. E é nesse estabelecimento que, poucos anos depois, o jovem Mário cria um pequeno balcão onde recebe as primeiras encomendas fotográficas, na companhia de um irmão mais novo. E assim nasceu a Foto Marius, a partir desse atelier fotográfico que rapidamente foi crescendo.

domingo, 10 de junho de 2018

Convite

Festas de Santo António pela objectiva de Aquiles de Almeida

Sábado | 16 de Junho | 16h00

Abertura de exposição

Distribuição do álbum n.º 27 do Museu do Som e da Imagem

Entrada livre


quinta-feira, 12 de abril de 2018

2008-2018


quinta-feira, 5 de abril de 2018

Convite

10 ANOS A SALVAR MEMÓRIAS


quarta-feira, 14 de março de 2018

Pobreza e assistência social no Estado Novo



CADERNOS DO MUSEU DO SOM E DA IMAGEM (n.º 25)
"Pobreza e assistência social no Estado Novo"

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

domingo, 21 de janeiro de 2018

VILA REAL, 1959



Banda de Música da Portela.
Fotógrafo: Aquiles de Almeida (1902-1983).
--------------------
O fotógrafo amador Aquiles de Almeida, funcionário público, foi um importante coleccionador vila-realense. Dedicou-se ainda, para além da fotografia, aos Bombeiros da Cruz Branca, ao associativismo e ao teatro amador. Foi durante muitos anos o ensaiador principal dos saraus do 1.º de Dezembro.

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Estatísticas de 2017

Em 2017, o Museu do Som e da Imagem recebeu 14259 visitantes.